Fim da Delegacia Regional de Polícia de Tocantinópolis Poderá Ocasionar Transtornos a 12 Municípios do Bico

Data do post: 21/02/2019 09:04:46 - Visualizações: (3952)    Imprimir

Os prejuízos não são só para as delegacias locais, IML, Identificação e Perícia que resolviam tudo por aqui, agora estão totalmente a mercê do trabalho em massa que está sendo feito em Araguatins, o que poderá acarretar em atraso nesses serviços essenciais.

Imagem do site www.tocnoticias.com.brA Delegacia regional de Tocantinópolis quando era comandada pelo delegado Tiago Daniel de Moraes cobria 10 cidades, Tocantinópolis, Aguiarnópolis, Palmeiras do Tocantins, Santa Terezinha do Tocantins, Nazaré, Luzinópolis, Angico, Riachinho, Cachoeirinha e Ananás. Com o status de subordinada à Regional de Araguatins esses municípios agora estão sujeitos a chefia sediada naquele município, neste caso, a regional de Tocantinópolis que era referência, agora é totalmente dependente de outra delegacia que passou a  ter responsabilidade sobre 25 outras  cidades.

Vale ressaltar que no ano de 2018, os índices de violência  na regional de Tocantinópolis estavam baixíssimos em comparação ao restante do Estado.  Tendo como exemplo a cidade sede que no ano de 2017 contabilizou seis homicídios e no ano seguinte com um intenso trabalho de combate ao tráfico de entorpecentes os homicídios caíram para apenas dois, sendo que um deles aconteceu numa aldeia indígena Apinajé na zona rural do município. 

Imagem do site www.tocnoticias.com.brNa verdade, os prejuízos não são só para as delegacias locais, IML, Identificação e Perícia que resolviam tudo por aqui, agora estão totalmente a mercê do trabalho em massa que está sendo feito em Araguatins.

Para o caso do serviço de identificação, perícia criminal e IML, os municípios que eram atendidos aumentam para 12, pois além dos 10 citados acima inclui-se também as cidades de Maurilândia do Tocantins e Darcinópolis.

Os agentes que trabalham nesse núcleo citado, de agora em diante estarão sujeitos a realizar atendimentos em cidades como Esperantina que ficam a 234km de distância de Tocantinópolis, o que  em tese, é um verdadeiro tiro no pé do Governo que afirma ter feito essa regionalização se expandir para fazer economias, já que a expansão acarretará em mais gastos agora com combustível, diárias, refeições dos agentes e em alguns casos até pernoite em hotel caso necessitem.

Imagem do site www.tocnoticias.com.brOs problemas levantados com essa perda de regional já começaram, como por exemplo: Falta de auxiliar de  limpeza,  das três viaturas que atendiam as cidades só uma está em condições de realizar viagens e com isso as  pericias tendem a atrasar.  Os laudos  solicitados pela justiça podem também demorar porque as requisições tem que ser encaminhadas para Araguatins, e o pior de tudo isso é que pode acarretar em soltura de presos por falta de pericias, e além do mais um local de crime pode agora ficar horas aguardando a pericia que pode estar atendendo em Esperantina que é a ultima cidade do Bico do Papagaio.

Imagem do site www.tocnoticias.com.brFunciona atualmente em Tocantinópolis três delegacias com três endereços diferentes são elas: A delegacia Regional, a Delegacia que chamamos de Central de Flagrantes ou "Plantão", e a Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher e Especializada da Criança e do Adolescente. Antes da confusão das regionais, tínhamos 04 delegados contando com a delegada especializada que atende na delegacia da mulher, um deles foi transferido para Araguaína naquelas famosas transferências realizadas pelo Governador que causou muita polêmica, e posteriormente esse mesmo delegado foi retransferido para uma outra cidade já nos entornos de Palmas e ficamos com apenas três delegados por enquanto.

Não podemos esquecer que na cidade de Tocantinópolis também tem uma Casa de Prisão Provisória ou "CPP" que vive super lotada com média de 80 presos, o que gera uma certa cautela quanto a quantidade de agentes que devem conter na cidade sempre alertas, e essa regionalização maior pode causar transtornos também ao bom andamento dessa casa de prisão.

Imagem do site www.tocnoticias.com.brO fato certo é que perdemos a regional porque os políticos daquela região foram mais aplicados em resolver o impasse do que os daqui. Na verdade outra explicação plausível é que lá eles são em maior número. Deputados como Rocha Miranda (PHS), Amélio Cayres (SD) e Luana Ribeiro(PSDB), além do prefeito Cláudio Santana (MDB), vereadores e entidades ligadas a Polícia Civil, reagiram imediatamente para que o governador mudasse de ideia, enquanto os daqui estavam literalmente acompanhando pelo Whatsapp.

O que aconteceu mesmo foi que faltou soldados políticos de Tocantinópolis e seu entorno para também lutarem para que pelo menos as duas regionais fossem mantidas. Sempre acompanhamos nas eleições estaduais o empenho dos vereadores e as chamadas lideranças políticas apoiando vários candidatos a seu bel  prazer, e agora fica uma pergunta no ar, onde estão esses políticos que foram apoiados e foram bem votados nesses 12 municípios que até agora não se manifestaram quanto ao problema? Sabe porque não se manifestaram? Porque ninguém moveu um dedo se quer para usar o telefone e passar pelo menos uma mensagem pra esses candidatos hoje eleitos, para que  estes intervessem na situação, ao contrário de Araguatins onde até os inertes vereadores se uniram e correram atrás para dar a chamada "volta por cima".

Imagem do site www.tocnoticias.com.brNa verdade, era pra estar tudo ao contrário. Graças ao brilhante trabalho que sempre foi feito tanto pelo IML, como na Identificação e também dos peritos, sem esquecer  do delegado Tiago Daniel e sua equipe, Tocantinópolis que iria comandar a regional do Bico do Papagaio, tudo já havia sido publicado, porém, a pressão política dos representantes de Araguatins e seu entorno falou mais alto, e essa turma aguerrida na hora de agasalhar os seus, conseguiu reverter o que o Governador já havia ordenado e Tocantinópolis foi mais uma vez esquecida. pois o que se sabe é que dos 12 municípios envolvidos na disputa pela regional, apenas o prefeito de Tocantinópolis, o ex-deputado José Bonifácio e o atual deputado estadual Fabion Gomes tentaram alguma coisa com o Governador, porém, perderam de goleada pois eram apenas três.

Já que citamos a questão das lideranças que se empenham atrás de votos, vamos fazer uma comparação da votação do atual Governador Mauro Carlesse nos dois municípios que estão nesse embate.

Em Tocantinópolis que deixou de ser regional, Carlesse teve ampla maioria onde conquistou graças ao empenho de quase todos os  políticos locais que o apoiavam ficando com 62,62% dos votos válidos na eleição do segundo turno, contra 27,13% do colombiano Carlos Amastha.

Araguatins foi pouco menos efetiva na votação que manteve Carlesse no Governo, pois lá, o atual mandatário do Estado obteve 54,27% contra 36,64% de Amastha.

Comparando no voto a voto, Araguatins que teve muitos políticos que correram atrás para que a Regional ficasse por lá, perdeu para Tocantinópolis na porcentagem de votos, porém, o Governador que já estava com o trono do palácio garantido, se quer avaliou essa situação e simplesmente passou a borracha no que já tinha feito e deixou os fieis eleitores seus daqui às mínguas.

 O que falta agora é a união dos prefeitos, vereadores e lideranças políticas desses 12 municípios começar também mostrar poder de fogo e reagirem à situação que poderá se tornar calamitosa, haja visto que na hora que a população está em aperto corre sempre atrás de seus representantes políticos, e estes são quem foram pedir votos para o Governador estar onde está hoje, além de terem ajudado também os deputados estaduais e federais sem esquecer dos senadores.

 

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Secretário de Saúde de Tocantinópolis Vai à Câmara Prestar Contas e Apenas Seis Vereadores Comparecem

Foto da notícia

Data: 23/03/2019 08:43:20 - Visualizações: 1083

Notícias Relacionadas

23/03/2019
Secretário de Saúde de Tocantinópolis Vai à Câmara Prestar Contas e Apenas Seis Vereadores Comparecem

20/03/2019
Enduro de Tocantinópolis é Realizado com Sucesso Durante Final de Semana

12/03/2019
MPE Instaura Inquérito Para Apurar Denúncia de Assédio Moral e Perseguição Política Cometidos Por Prefeito e Secretário de Tocantinópolis

08/03/2019
Mulher Presa ao Tentar Entrar com Drogas na CPP de Tocantinópolis no Domingo (03), Vai Responder Pelo Crime em Prisão Domiciliar

28/02/2019
Artistas Locais Animarão Carnaval de Tocantinópolis nos Dias 2 e 3 de Março

28/02/2019
Prefeito Paulo Gomes Decreta Ponto Facultativo Durante Carnaval

Todas as Notícias