Arsenal X TEC, Por que Dois Times de Tocantinópolis no Estadual Tocantinense?

Data do post: 17/04/2019 15:57:41 - Visualizações: (2416)    Imprimir

As duas equipes estão no mesmo grupo, juntamente com o Atlético Cerrado de Paraíso do Tocantins, Araguaína e Sparta, os dois últimos também são da mesma cidade.

Foto Divulgação Nesta Quarta feira (17), às 20h15min no Estádio Ribeirão, teremos o clássico entre o Arsenal x TEC, duelo de casa, quando os dois times que representam a cidade estarão se enfrentando pelo Grupo B do Campeonato tocantinense.

O confronto dos agora rivais dentro da mesma cidade chama a atenção pela comoção que o novato Arsenal vem passando aos torcedores, já que o time é formado por muitos jogadores e até mesmo o técnico que foram dispensados ou nunca foram requisitados para jogar pelo famoso Verdão do Norte. O técnico Neto Costa, é um exemplo único de perseverança e amor ao futebol. Foi assistente por alguns anos no próprio TEC, até conseguir sua chance de ouro, sendo treinador da equipe principal e Sub-19, até que em 2015, chegou ao teto máximo do futebol tocantinense ao ser campeão pelo Tocantinópolis.

Imagem do site www.tocnoticias.com.brDepois disso, o treinador foi dispensado, como se diz na gíria popular: "o jacaré engoliu". Porém, quem achava que o Neto iria baixar a cabeça se enganou completamente. Humildemente continuou treinando a base Sub-19 e todo final de semana se via o treinador nas beiradas dos campos no município comandando algum time amador no próprio campeonato municipal, e daí, nasceu a ideia vinda do presidente do Arsenal, o empresário Lourival Sousa Carvalho, popularmente conhecido por "Louro do Comercial Boa Vista II", de disputar o estadual amador, claro, com Neto Costa no comando.

O Neto foi, e por incrível que pareça, por cima de todas as dificuldades financeiras inimagináveis, o time subiu para a primeira divisão do Tocantins e agora vai tirar fotos lado à lado do próprio Tocantinópolis que hoje dizem estar cheio de estrelas até então desconhecidas do torcedor tocantinopolino mais com jogadores também consagrados e tarimbados, como o  atacante Tety que voltou a disputar o Tocantinense neste ano de 2019.

Porquê dois times?

Foto divulgaçãoTalvez por falta de oportunidades, os times de futebol hoje em dia, são como empresas que contratam as pessoas que simplesmente vem ganhar o dinheiro e vão embora, ou seja, o compromisso dos contratados é cumprir o contrato e nele não consta obrigatoriedade de ser campeão, até porque se tivesse seria contra as leis trabalhistas brasileiras. Então talvez, esses mesmos envolvidos hoje com o Arsenal, que, quer queiram ou não, são diretores do time, buscavam uma vaga no próprio Tocantinópolis Esporte Clube e nunca foram vistos ou lembrados, até porque o time também já serviu de barganha para apoios políticos e isso é fato.

Os jogadores que se gladiam dentro dos vários campos de futebol que existem na cidade, sempre sonhavam um dia vestir a camisa do verdão, mais muitos poucos alcançaram esse sonho, e esses poucos reconhecidos amargavam do banco de reserva ver os chamados jogadores de fora em campo, muitas vezes com um desempenho muito inferior aos "pratas da casa".

A diferença estrutural do TEC para o Arsenal é imensa, o primeiro tem sede própria e Estádio à altura, é o mais estruturado de todo o Estado do Tocantins, mais como Tocantinópolis tem dois estádios, a ideia continuou viva na mente de quem acredita e gosta de futebol da cidade ter dois times.

Hoje sem sombra de dúvidas o Arsenal tem mais torcedores do que o TEC. Isso se explica porque o povo tocantinopolino se compadece diante das dificuldades presentadas, ao contrário do verdão que recebe mensalmente 21 salários mínimos repassados pela prefeitura a mando de uma Lei Municipal do longínquo ano de 1991, o Arsenal padece com a falta de dinheiro. Na estreia, quando o time venceu o Atlético Cerrado, mesmo com um bom público e com ingressos a R$ 10,00, os diretores tiveram que completar o valor da arbitragem.

Vejam bem a situação, o Arsenal colocou quase 400 torcedores no estádio e não ficou com um centavo do apurado, pois quem realmente ganha dinheiro neste campeonato Tocantinense são apenas os árbitros que lógico, não podem trabalhar de graça ante a responsabilidade que eles tem, e a Federação Tocantinense de Futebol (FTF) que recebe anualmente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mais de UM MILHÃO DE REAIS. Desse dinheiro não sai um centavo para premiar o clube campeão, o premio é apenas as vagas na Copa do Brasil, Brasileiro da  Série D e Copa Verde. Ora, mais o que é feito desse dinheiro que a FTF recebe?

Imagem do site www.tocnoticias.com.brNinguém sabe, ninguém ver, pois no site não existe uma prestação de contas, apenas informações toscas que diz respeito a quem está participando dos torneios organizados por ela, então acreditamos piamente que já está passando da hora de alguém pedir uma prestação de contas por parte dessa entidade que pasmem, desde 7 de Abril de 1990 é presidida pela mesma pessoa, um ex-político chamado Leomar de Melo Quintanilha que governa como um rei, aliás, o único rei do Estado do Tocantins. "Alô Ministério Público!"

As dificuldades que os clubes enfrentam são tantas que até o poderoso Gurupi conhecido como "Camaleão do Sul", desistiu de participar do campeonato neste ano, e de quebra, ainda terá que pagar para a federação R$ 20 mil de multa, parece piada, ao invés de ajudar o time a se reorganizar e dá suporte para que não aconteça o mesmo futuramente, terminam de matar o clube com uma multa que para o porte do futebol tocantinense é uma verdadeira fortuna.

Segundos fontes, os diretores do Arsenal acreditavam que não precisariam pagar a taxa de arbitragem neste ano e meteram a cara e a coragem na disputa, só que não, no primeiro jogo o dinheiro evaporou-se e não sobrou se quer uma moeda pra comprar um guaraná para os jogadores que deram o sangue.

Foto Arquivo do ArsenalMuitos se perguntam porque o empresário Louro está fazendo isso, porque participar diante de tantas dificuldades? A resposta é dada com outra pergunta. Quem nunca se apaixonou na vida e fez de tudo por essa paixão? Mesmo exemplificando assim, é muito arriscado enfrentar uma competição dessas com despesas exorbitantes principalmente quando se tem que jogar fora de casa, já que o Arsenal não tem um ônibus como o TEC, e nem os 21 salários mínimos mensais, mais eles seguem firmes com ajuda sabe de quem? Dos próprios jogadores da equipe que não estão sendo pagos, e estão apenas buscando reconhecimento neste esporte, e foi justamente isso, essa disposição de se doar, que cativou a maioria dos amantes do futebol em Tocantinópolis que hoje com certeza torcerão pelo "time pequeno", no qual alguns fanáticos pelo TEC dizem que será goleado hoje a noite. Vamos ver, será a luta de Davi (Arsenal) contra Golias (TEC), e todos nós sabemos do final dessa história bíblica.

De qualquer forma, qualquer resultado será bom para a cidade, que diante de tudo está se sobrepondo a cidades grandes do Estado como Gurupi que está fora da competição.

Então, viva o futebol tocantinopolino...

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.

Em Destaque

Em Festa das Mães, Dr.Nelson Promete Mais Pavimentação e Construção do Centro de Referência Integrado da Saúde da Mulher

Foto da notícia

Data: 16/05/2019 18:29:00 - Visualizações: 502

Notícias Relacionadas

30/04/2019
Com o Campeonato Tocantinense em Decadência, Leomar Quintanilha Toma Posse Para Mais 4 Anos no Comando da FTF

11/04/2019
Polícia Civil Prende Suspeito de Homicídio no Norte do Estado

20/03/2019
VI Copa Master Central do Bico 2019 Começou Com 12 Gols na 1ª Rodada

20/02/2019
Prefeito Paulo Gomes Prestigia Abertura da Copa Indígena Apinajé de Tocantinópolis

27/01/2019
Arena do Grêmio já Está de Gramado Novo Para a Copa América 2019

12/12/2018
Alexandre Mattos Será Diretor de Futebol do Palmeiras Mais Três Anos

Todas as Notícias