TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Testado Positivo Para o Novo Coronavírus, Prefeito de Tocantinópolis Prorroga Decreto com Restrições ao Comércio

Data do post: 13/03/2021 03:17:05  Imprimir

Foto Reprodução DOE de TocantinópolisPrefeito chegou de uma viagem à Brasília (DF), onde supostamente teria ido atrás de recursos mas, pode ter trazido na bagagem apenas uma nova variante do Vírus SARS-CoV-2.

Paulo Gomes e sua companheira foram testados positivo para o novo Coronavírus e supostamente ainda estão em isolamento se recuperando da infecção. Antes mesmo de descobrir que estava com o vírus instalado em seu corpo, o gestor havia mandado publicar no Diário Oficial de nº 29 um decreto com restrições ao funcionamento das atividades econômicas organizadas e a fins, no período de 06 a 12 de Março de 2021, onde igrejas, padarias, academias, bares, conveniências, pizzaria, restaurantes e comércio em geral somente poderiam funcionar no horário restrito das 05 às 20 horas com lotação de até 50% da capacidade máxima de ocupação.

Fato curioso é que o próprio pai do prefeito foi um dos primeiros a desrespeitar o decreto imposto pelo filho, já que na ultima segunda-feira (08). O ex-deputado estadual, ex-senador e ex-prefeito José Bonifácio foi flagrado numa rodada de amigos numa das praças da cidade, onde a lanchonete que fica no local estava com as luzes apagadas, porém, o atendimento "especial" ao político e seus amigos continuou tranquilamente sem que nenhum fiscal ou até mesmo a própria polícia militar fosse visitá-los para encerrar o desrespeito à ordem pública.

Imagem do Site tocnoticias.com.brFindado o prazo do tal decreto, Paulo Gomes renovou as mesmas restrições mandando publicar novamente no Diário nº 034 desta sexta-feira (12)Diario_034_Decreto_Restricoes_comercio.pdf, as mesmas disposições com prazo esticado até o dia 19/03, alterando apenas os horários de atendimentos que agora são das 05 horas da manhã até às 23 horas com lotação de até 40% da capacidade máxima.

Tocantinópolis recebeu até o fechamento desta, R$ 4.723.536,91 (Quatro Milhões, Setecentos e Vinte e Três Mil, Quinhentos e Trinta e Seis Reais e Noventa e Um Centavos),  contabilizando repasses federais e emendas parlamentares. Essa dinheirama toda não foi capaz de diminuir as contaminações e mortes ocasionadas pelo vírus que somam nada menos que 28 vidas perdidas para o vírus no município. No ultimo dia 05 de Março a prefeitura recebeu mais R$ 84.515,64 (Oitenta e Quatro Mil, Quinhentos e Quinze Reais e Sessenta e Quatro Centavos).

Depois de supostamente ter acabado os milhões recebidos, o prefeito mandou retirar as ineficientes barreiras sanitárias que funcionavam  em duas das 04 entradas/saídas da cidade. Ele também retirou os túneis de desinfecção que funcionavam na movimentada UPA e  garagem da prefeitura, sem falar na retirada das tendas "Alugadas" que haviam sido instaladas nas portas dos bancos da cidade. Até mesmo o centro de triagem que funcionava provisoriamente na sede da secretaria de Esportes e Juventude "dependências do Estádio Lauro Assunção" foi desativada e agora, os munícipes são obrigadas a realizar testes de Covid no Laboratório agregado ao Hospital Municipal José Sabóia, um minúsculo prédio que não tem a mínima estrutura para evitar contaminações, já que pessoas apenas suspeitas se juntam com pessoas infectadas que não sabem que estão com o vírus.

Imagem da InternetRecentemente a Frente Nacional dos Prefeitos divulgou uma extensa lista com data de 09 de Março deste ano, com o nome dos municípios que manifestaram interesse em aderir ao Consórcio Público que visa adquirir "comprar" vacinas contra o Coronavírus, e curiosamente, apenas 20 cidades tocantinenses constam na lista, sendo que da região do Bico do Papagaio, apenas Buriti do Tocantins e São Miguel do Tocantins, ou seja, as maiores cidades do norte do Tocantins, como Augustinópolis que possui hospital regional, Araguatins e Tocantinópolis não tiveram interesse em comprar a vacina. (Clique Aqui para ver a lista completa dos municípios)

Recentemente o vereador Roberlan Cokim (PSC-TO), requisitou via requerimento que foi aprovado por unanimidade, a lista completa com os nomes dos 2135 munícipes que supostamente foram vacinados até a presente data, requerimento este que ainda não foi respondido pela Secretaria de Saúde, que deve ter algo a esconder por não apresentar uma simples lista para conferência. Procurado o vereador disse que vai acionar o Ministério Público e se limitou a dizer que "Estão tentando esconder algo, como sempre o fizeram".

Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.