TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Delegada De Polícia Civil Do Tocantins é Co-Autora De Livro Escrito Em Parceria Com Várias Delegadas Do Brasil

Data do post: 14/06/2021 21:58:05  Imprimir

Secretaria de Segurança PúblicaObra abrange vários aspectos do trabalho policial desenvolvido diariamente pelas delegadas de todo o Brasil.

A delegada de Polícia Civil do Estado do Tocantins, Jeannie Daier é umas das co-autoras do livro intitulado: “Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária” – Mulheres Delegadas, volume 3, obra que abrange vários aspectos do trabalho policial sob a perspectiva de mulheres delegadas que atuam na investigação policial de diferentes tipos de crimes e ilícitos e que será lançada em breve pela Editora Umanos. 

A obra foi escrita por 32 delegadas de Polícia Civil de todo o Brasil e também da Polícia Federal e apresenta o olhar feminino sobre a visão da autoridade policial de temas inerentes à atividade policial tais como a interpretação de crimes, infrações penais, etc.

Convidada para fazer parte da obra e contribuir com sua experiência policial e investigativa, a delegada Jeannie Daier é responsável por escrever um dos artigos do livro, o qual se intitula: “A atuação das corregedorias de polícia para a efetivação dos princípios da hierarquia e disciplina como ferramenta de resgate das polícias judiciárias”.

No referido artigo, a autoridade policial lança um olhar explicativo a respeito do papel fundamental que as Corregedorias de Polícia exercem no sentido de reforçar a qualidade dos trabalhos policiais desenvolvidos todos os dias e que tem como destinatária a sociedade que confia e acredita na Polícia.

“O tema abordado em meu artigo trata da importância da atuação das Corregedorias de Polícia Civil para o fortalecimento dos princípios da hierarquia e disciplina, no atual cenário de frequentes tentativas de usurpação de funções da Polícia Civil. Venho estudando o papel das Corregedorias de Polícia desde a época da faculdade de Direito, quando ainda era Investigadora de Polícia e pretendia prestar concurso para o cargo de Delegado de Polícia. Tal temática, mostra-se de especial relevância neste momento, sobretudo da carreira de Delegado de Polícia, em que assistimos a constantes investidas de outras instituições em promover a criação da chamada carreira única, em clara afronta ao princípio do concurso público e ao comando constitucional que determina que as polícias civis serão dirigidas por delegados de polícia de carreira.”, ressalta Jeannie Daier.

O livro, que será lançado em breve, tem como uma das premissas reforçar o protagonismo feminino que tem sido exercido pelas delegadas de Polícia com relação ao sistema de persecução penal e sistema de justiça criminal do Brasil, uma vez que a presença feminina nestas áreas de atuação tem sido cada vez mais forte e relevante. Importante ressaltar também que as mulheres delegadas têm demonstrado cada vez mais competência e habilidade em ações de segurança pública em todo o Brasil.

Ao falar de sua participação em tão importante obra, a delegada Jeannie Daier se disse feliz e satisfeita em poder contribuir com sua experiência e também trocar conhecimentos com as demais colegas delgadas de todo o Brasil.

“Sou policial há mais de 16 anos e me sinto honrada em participar da obra: Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária Vol. 03, especialmente pela sua representatividade no cenário policial nacional. Uma coletânea de artigos escritos por 32 Mulheres Delegadas de várias Polícias Judiciárias do Brasil, capaz de reunir experiências das mais diversas atuações policiais sobre temas variados, do ponto de vista do policial feminino. A oportunidade dada pela Editora Umanos a cada uma de nós revela a ascensão das mulheres nos trabalhos acadêmicos voltados para atividade e atuação policial, espaço antes ocupado quase que exclusivamente por homens.”

Segundo a delegada Jeannie, o livro é mais uma contribuição importante e que pode ser usado como uma ferramenta útil de consulta por policiais, acadêmicos e demais e público em geral. Além disso, a obra ajuda a contribuir na formação de novos operadores do direito que terão uma visão mais ampla e clara fornecida pelas delegadas de polícia, uma vez que a autoridade policial é o primeiro garantidor de direitos e garantias fundamentais da Constituição Federal.

A organização da obra é da Delegada Jakelline Barros e dos Delegados Joaquim Letão Júnior e Bruno Lima Barcelos.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.