TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Órgãos e Representantes do Setor de Pescado Debatem a Regularização do Abate de Peixes Na Capital

Data do post: 07/07/2020 16:08:59 - Visualizações: (187) Imprimir

ADAPEC-TOAdapec informou que existe um processo em fase adiantada para registro de um frigorífico no SIE em Palmas.

Uma reunião realizada na manhã desta terça-feira, 7, entre representantes da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Ruraltins e presidentes de associações de pescadores de Palmas, debateram a regularização do abate de peixes na capital.

Na reunião, os representantes discutiram a importância da implantação de um frigorífico com registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) na capital para que possibilite aos produtores comercializarem seus pescados na cidade e nos demais municípios do Estado.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, disse que o frigorífico que está desativado na região sul de Palmas, deu entrada na Agência com pedido para registro no SIE, e a gerência de inspeção animal já emitiu parecer aprovando as plantas com as alterações e reformas da indústria, cabendo agora ao gestor do frigorífico realizar estas adequações para autorização do seu funcionamento.

“Com a adesão deste frigorífico de pescado, cremos que vamos avançar no combate a comercialização clandestina de peixes na capital e no Estado, uma vez que com o registro do SIE, os produtores poderão comercializar em todo o Tocantins,” disse Alberto, acrescentando que será um fomento a mais para a economia.

A presidente da Associação Bom Peixe, Marinalva Ferreira disse que a implantação do frigorífico é um desejo de todos envolvidos na cadeia de pescado da capital. “Queremos trabalhar de forma correta e dentro das normas de vigilâncias sanitárias, porém, sem um local adequado para destinar este pescado é difícil para o setor. Hoje mandamos nossos peixes para o frigorífico em Almas, na região sudeste, e este transporte fica caro, eleva o preço do produto,” disse Marinalva.

O gerente de inspeção animal da Adapec, José Antonio Caminha disse que na reunião, onde houve uma manifestação clara dos órgãos e dos representantes dos pescadores em regularizar o abate de pescado na capital. “Nosso papel é fiscalizar e acompanhar o processamento destes produtos nas indústrias, para que cada vez mais o consumidor adquira produtos com qualidade e não coloquem em risco a sua saúde,” destacou José Antonio.    

Fonte: ADAPEC-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.